Mr. Peabody and the Mermaid [1948]

PeabodyA atriz Ann Blyth ainda estava filmando “Another Part of the Florest”, em 1948, quando foi chamada para fazer o filme “Mr. Peabody and the Mermaid”. Os anos de 1948-1952 seriam os mais ocupados e prolíferos a atriz, onde ela faria metade dos 32 filmes de sua carreira.

No filme, Peadoby sai de féries com sua esposa, Polly, para um resort no Caribe. Enquanto estava lá, ele ouve uma música distante cantada de uma pequena ilha, e vai para lác com seu barco. Para sua surpresa, ele conhece a sereia Leonore. Embora muda, a sereia é infantil e atraente, e logo Peabody a ensina a beijar. Levando-a como uma espécie de prêmio de pesca, o homem a leva e a esconde na sua banheira no resort, mas a confusão começa quando sua esposa acha que ele está escondendo um grande peixe e suspeita de infidelidade com Cathy Livingston, uma cantora. As coisas ficam ainda mais complicadas quando a polícia suspeita que Peabody é culpado de assssinato. Mas na conclusão do filme Peabody e sua esposa voltam felizes para casa, com apenas o pente de Leonore para provar a veracidade da história.

Ann tinha apenas 19 anos quando o filme foi feito, e William Powell tinha 55, mas a diferença de 36 anos entre eles realmente não foi de nenhum constrangimento durante as filmagens, uma vez que a paixão entre o homem e a seria na tela era bem inocente. Para acabar com qualquer constrangimento fora das telas, ambos os atores eram bem humorados sobre as cenas de beijo, sempre lembrando que o que eles estavam fazendo era um filme de comédia. Ann disse em uma entrevista: “Ele ficava brincando o tempo todo. Eu sempre estava com medo de que ele me fizesse rir quando começava a me beijar. Era tão faz-de-conta que eu não ficava com vergonha quando tinha que beijá-lo.”

No filme, a atriz Ann Blyth teve uma cauda feita exclusivamente para ela. Primeiro, foram tirados moldes dos dois lados de sua perna, que depois foram preenchidos com gesso e argila e depois cobertos de borracha, onde o artista esculpiu a cauda de as escamar. Embora tivesse a previsão de levar três semanas para ficar pronta, foi finalizada somente depois 3 meses e meio. Mas não foi somente o tempo de criação que superou o esperado: estimado inicialmente em $500 dólares, a cauda acabou por ficar por nada menos do que $23 mil dólares.

Sequência de fotos mostra o processo de criação da cauda.

A atriz ficou em uma espécie de mesa de operação por três hora. Para adquirir brilho, foram colocados quatro mil jóias de vidro na cauda. Provocar a censura era a última coisa na agenda, por isso, a atriz usou uma espécie de top para tampar os seios. Portanto, nas pouquíssimas cenas em que não está usando um top, seus seios são artisticamente encobertos pela beira de uma piscina, por um manto, por algas, por seus longos cabelos, por espumas ou por seus próprios braços.

Outra coisa que acabava com qualquer clima de romance é que o ator Powell tinha que carregar Ann para todos os lados, o que foi um feito notável e desgastante para um homem da sua idade. Para os críticos, Powell atuou bem, mas Ann “usou o rabo de peixe como se tivesse nascido para isso”. Eram necessárias três pessoas para colocar a atriz dentro da cauda. Para manter a cauda ereta, foram colocados ainda pesos de chumbo, alguns dizem de 13kg e outros 22kg.

Apesar dos incoveninentes, Ann não se importava muito sobre usar a cauda. “A parte boa sobre isso é que eu tinha que ser carregada durante todo o dia. Todo mundo foi muito bom comigo nesse filme”, disse ela em entrevista.

A nadadora Nancy Tribble posa para uma foto segurando a causa que usou no filme.

Em uma entrevista, a atriz disse que a parte mais difícil do filme foi aprender a nadar enquanto vestia a causa de sereia. Ela disse que praticou por mais de uma semana para se sentir confortável e não chutar a cauda.  Além disso, a atriz era equipada com uma peruca a prova d’água para as filmagens. Embora Ann fosse considerada uma “atleta natural” e tenha realizado a maioria das cenas em close-up, a nataçao acrobática na maioria das cenas de longa distâncias foram feitas pela nadadora Nancy Tribble. A maioria das cenas subaquáticas foram filmadas nos Estúdios Universal em um tanque da água. Na época, o tempo era frio e chuvoso, e grande parte do elenco ficou doente. Os estúdios tentaram aquecer as águas dos tanques, mas não deu certo. Tanto Anne quando as outras nadadoras ficaram doentes.

Veja mais fotos do filme:

 Fotos de Peabody (1) Fotos de Peabody (4) Fotos de Peabody (11)
 Fotos de Peabody (14) Fotos de Peabody (16)  Fotos de Peabody (13)
 Fotos de Peabody (3) Fotos de Peabody (5) Fotos de Peabody (12)
 Fotos de Peabody (2) Fotos de Peabody (15) Fotos de Peabody (6)
 Fotos de Peabody (7) Fotos de Peabody (8) Fotos de Peabody (9)
 Fotos de Peabody (10) Getting actress Ann Blyth into her mermaid's tail during filming of movie  am839wx2x6emme2

Bibliografia:
Mr. Peabody and the Mermaid – 1948.
Ele e a Sereia (1948) Trivia.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s