As belas sereias de “Os Piratas do Caribe”

poster - CópiaNo filme “Piratas do Caribe: Navegando em Águas Misteriosas”, as sereias são associadas com lendas a respeito da Fonte da Juventude, que se dizia descoberta por Ponce de Léon em 1523. Aqueles que procuram a Fonte tinham que ter o conhecimento de um ritual, que envolvia encontrar e capturar uma sereia em Whitecap Bay. Apenas uma lágrima de sereia, colocada em um dos Cálices de Cartagena, seria necessária para completar o ritual. As sereias raramente choram, e dizia-se que lágrimas de alegria eram mais potentes do que as de tristeza.

Durante a busca pela Fonte, Barba Negra e sua tripulação viajam para Whitecap Bay para capturar uma sereia para o Ritual. O capitão usa sua tripulação como isca viva, bem como a utilização de um barco e um farol para atrair as sereias. Um dos piratas é forçado a cantar uma canção, que chama a atenção das sereias, cuja beleza fascina os marinheiros. As sereias de O Pirata dos Caribes aparecem como belas mulheres humanas de diferentes nacionalidades, e uma vez que ficam debaixo da água, sua pele se cobre de escams, seus olhos mudam de cor e presas crescem em sua boca. As criaturas de Whitecap Bay são conhecidas por se alimentar de homens, tendo força sobre-humana suficiente para quebrar madeira maciça e derrubar grandes navios.

Jack Sparrow faz uma explosão no farol para assusta-las, e uma jovem sereia, mais tarde nomeada Syrena, provando ser diferente de sua espécia, salva um missionário chamado Philipp e acaba presa, sendo deixada para trás, e logo capturada pelos homens._skeleton O vínculo entre uma sereia e outras de sua espécie não é claro, mas parece bastante indiferente, uma vez que quando Syrena é capturada, as outras recuam sem qualquer preocupação visível. Além disso, quando ela é forçada a olhar para cadáveres de sereia, mais adiante no filme, Syrena não parece particularmente afetada, embora mostre aparentemente um traço de emoção, talvez raiva dos homens pelas suas ações. Em muitas viagens à Fonte, as piscinas da selva foram usadas para colher lágrimas de sereia. Lá, elas eram amarradas perto da água, mas com os corpos fora. Assim, elas secavam lentamente, e ao morrer, deixavam para trás os restos de sua forma marinha. Sereias são descritas como sendo difíceis e de muita força de vontade, sendo raro derramar lágrimas genuínas.

O missionário Philipp  logo começa a se sentir atraído por Syrena, e ambos começam a se apaixonar. Quando percebe isso, Barba Negra diz ter matado-o, o que faz com que a sereia fique triste, mas não chore. Logo, Philipp tenta soltá-la das amarras, e ao ver que seu amado está vivo, Syrene solte uma lágrima de felicidade, que logo é coletada pelos piratas. Syrene é então deixada para morrer, mas Philipp a salva e ela o beija, arrastando-o para a água. Não se sabe se Syrene fez isso para matá-lo, mas como foi dito, o beijo de uma sereia dá ao homem capacidade de respirar debaixo da água.

Como mostra o filme, as sereis têm a capacidade de transformar sua calda em pernas humanas quando ficam em terra firme. No entanto, se elas ficam  meio presas na água e meio na superfície, sem ter oxigênio suficiente para respirar ou água o suficiente para se transformar completamente em sereia, elas podem morrer. Como mostrado quando um pirata esfaqueia Syrena, elas também têm sangue vermelho.

É de conhecimento nos filmes que sereias são conhecidas por terem habilidades especiais: um beijo dela protege o marinheiro de um afogamento, tendo também um certo grau de capacidade psíquica, que Syrena mostra ao salvar um marinheiro porque sentia que ele era “diferente” e que poderia “protegê-la”, em comparação aos outros homens.

Uma das artes conceituais de sereias para o filme.

Em muitas representações, as sereis têm um rabo de peixe, mas é humana a partir da cintura para cima. Os diretores optaram por mudar isso um pouco, deixando a divisão mais fluida, por assim dizer, com escamas de peixe aparecendo sobre a parte do corpo que estão imersas. Como é possível notar ao lado, a primeira versão das sereias estava bem perto do Na’Vi de Avatar. Com grandes olhos, pele azul e bocas incrivelmente grandes, que escondiam fileiras de dente de piranha.

No entanto, havia a preocupação de que o público teria dificuldades em acietar a atração do jovem missionário com a sereia Syrena se ela não fosse imediatamente identificável como mulher. Consequentemente, a sereia Syrena tinha que ser essencialmente humana, assim como as outras. Assim, o diretor e o supervisor decidiram reduzir a estranheza assustadora das sereias, a fim de acomodar um romance mais humano.

Piratas (3)

Uma das artes conceituais feitas para o filme. Desta vez, a sereia tem um rosto mais humanizado.

Assim, uma outra arte conceitual foi feita, desta vez com a sereia tendo características humanas claras, com um cabelo que supostamente se transformavam em algas e a cercavam como um véu, cobrindo as partes de seus corpos que eram demasiadas provocantes para um filme da Disney. O visual era surpreendentemente apelativo e grotesco, mas o diretor acabou decidindo que a sereia estava “estranha demais”.

A equipe veio com uma mitologia, fisiologia e um conjunto de “regras” que as sereias nunca atingem em um filme, mas que em O Piratas do Caribe ficou muito consistente.Meses foram gastados apenas no estágio de desenho conceitual, sobre como seria a visão dessas belas mortais. Para o diretor, elas precisavam ser atraentes, mesmo quando estavam prestes a matar alguém. Abaixo, é possível ver outras artes conceituais feitas para o filme:

 Conceituais (2) Conceituais (4) Conceituais (3)
 Conceituais (1) Conceituais (3) Conceituais (2)
Conceituais (1)  Conceituais (6)  Conceituais (5)

Durante as filmagens do filme, o diretor Rob Marshall fez com que as sereias fossem uma prioridade fundamental para Ben Snow, o supervisor de efeitos visuais. Para tanto, houve uma redução no número de duelos e batalhas, cujo dinheiro foi investido nas sereias. Para ambos, a recompensa foi gratificante. A equipe chegou até a comprar um salmão e prendê-lo em um poste para estudar como a luz se movie sob suas escamas. Isso e evidente em uma das cenas quando a sereia Syrena é libertada de seu tanque e sua calda se transforma lentamente em pernas humanas.

Para trazer vida às cenas da sereia a equipe precisou de três sets de mulheres: modelos para as cenas e diálogos e nadadores olímpicos sincronizados para o trabalho dentro da água, assim como dublês para a ação. Para isso, Ben Snow colocou luzes LED em roupas de banho que as atrizes usavam, e rastreavam eles em uma tela azul. Embora tenha sido difícil, a idéia de criar sereias inteiramente por computador foi descartada. Para ele, uma vez que você vê os movimentos naturais de mulheres nadando, percebe que é mais convincente ter as atrizes e preencher os detalhes mais tarde. “Seres humanos digitalmente realistas ainda são difícieis de serem feitos”, disse Ben. Além disso, ainda não existem histórias que exigem a criação de um ser humano digitalmente realista.

O esqueleto de uma sereia em uma atração da Disney.

Em outubro de 2012, sereias foram adicionadas na atração Piratas do Caribe no Walt Disney World. na cena da gruta, após os visitantes verem uma projeção fantasmagólica, uma forma indefinida passa pela água e é possível ver esqueletos de sereias na praia.

Bibliografia:
Mermaid“. Acesso em 18 de Julho de 2014.
Pirates of the Caribbean’: ILM delivers mermaids who are both beauty and beast‘. Acesso em 18 de Julho de 2014.
A Behind-the-Scenes Look at Those Mesmerizing Mermaids of ‘Pirates 4“. Acesso em 18 de Julho de 2014.
ILM Reveals Alternate Mermaids from Pirates of the Caribbean: On Stranger Tides“. Acesso em 18 de Julho de 2014.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s